Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E porque não eu?

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência, SA ou Lda não interessa, pelo menos pensar não paga impostos

E porque não eu?

finalmente ano Novo

por António Simões, em 01.01.17

Estamos em 2017. Se existe algo de bom que um ano novo trás é o simples facto de que já não faz sentido desejar "um bom ano, se não nos virmos". Claro está que ainda se vai levar com muitos "bom ano" até meados de Janeiro, mesmo por pessoas repetentes nessa deixa, mas já ninguém pode dizer "um bom ano, se não nos virmos" pelo simples facto de que estando já no novo ano ao se desejar "um bom ano" não se pode voltar atrás, mesmo que depois não nos voltemos a ver, pois já nos vimos e já o desejamos. Este texto pode estar um pouco confuso, mas se isso acontece é porque quem o escreve está pelas pontas e farto destas deixas de circunstância que nestas alturas festivas são servidas com mais abundância que o próprio bacalhau. Algumas dessas frases de bolso são providas de algum sentido, mas desejar "um bom ano, se não nos virmos" é tão estúpido como tentar atravessar uma parede de tijolos. Quem diz isto o que quererá dizer de verdade? Que caso volte a encontrar aquela pessoa em vez de um bom ano, vai desejar-lhe um mau ano? Não faz sentido! Algo terá que ser feito, e uma vez que estamos no início de 2017 temos trezentos e qualquer coisa em dias para que, na próxima quadra natalícia, se invente algo que evite frases como esta, e de preferência servida e doses que não me ponham a escrever um texto como este no próximo primeiro de Janeiro. Já agora... Bom ano! ;-)

desejos de ano Novo

por António Simões, em 31.12.16

Rosseau disse a seu tempo qualquer coisa como "A natureza fez o homem feliz e bom, mas a sociedade deprava-o e torna-o miserável". A sociedade humana provou, até aos dias em que o iluminismo despertou mentes como a deste grande filósofo, a veracidade deste pensamento, e continuou a demonstrar depois desses tempos a vil e cruel natureza daquilo que o Homem é capaz de fazer. Seja numa autofagia demente, ou na destruição do meio ambiente em que se insere, chegamos a 2017 d.C. cometendo o mesmo tipo de erros que a história não se cansa de nos recordar. Caberá então a cada um de nós, na nossa minúscula e ridícula singularidade a missão de levar a efeito as palavras de Mahatma Gandhi "Sê a mudança que queres ver no mundo". O dia a dia é difícil, e por vezes a tentação de se deixar ir na corrente da onda é mais forte que a vontade de nadar no sentido contrário. Seja esse pois o meu desejo para 2017, continuar a acreditar nas palavras de Gandhi e com elas alimentar a alma que dá força aos músculos e ao cérebro para continuar a nadar contra a corrente.

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Posts mais comentados

Tags

mais tags