Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E porque não eu?

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência, SA ou Lda não interessa, pelo menos pensar não paga impostos

E porque não eu?

shame on You

por António Simões, em 09.11.16

O pior inimigo é aquele que não se sabe quem é. Pior ainda é o caso desse inimigo escondido estar recatadamente estacionado no meio de nós, impávido e sereno à espreita da melhor hora para se dar a conhecer. No caso dos E.U.A., as décadas de história no combate ao terrorismo deveriam ter sido capazes de estabelecer mecanismos eficazes de reconhecimento dos inimigos, principalmente os tais que não se sabem quem são, e que dificilmente se dão a conhecer. O resultado das eleições de ontem são a prova de que esses mecanismos falharam, e numa espécie de autofagia o eleitorado americano deitou por terra os últimos oito anos de esperança servida numa bandeja por Barack Obama, e escolheu o inverossímil. De Trump já disse o que tinha a dizer, e mais seria cair na redundância de adjectivos que nunca serão poucos para caracterizar o novo presidente dos E.U.A.. Do resultado de ontem apenas posso reconhecer a tristeza de uma escolha que não poderia ter vindo na pior altura possível. Num tempo em que os refugiados não param de crescer, escolher um candidato que prometeu a construção de um muro na fronteira com o México, a ser pago pelos mexicanos, não me parece uma escolha sensata. Num tempo em que os acordos climáticos são como pão para a boca do planeta terra, escolher o candidato que nega que as alterações climáticas são culpa da actividade humana, é algo que só pode deixar o resto dos habitantes do planeta com uma angústia tremenda, estando os destinos do principal país produtor de gases que contribuem para o efeito de estufa nas mãos de um energúmeno do calibre de Trump. Parafraseando o Michael Moore, aos americanos só se pode dizer "Shame on you".

Blogs Portugal

2 comentários

  • Imagem de perfil

    De António Simões a 10.11.2016 às 16:21

    Tal como diz o ditado, por sinal já bem antigo, "Deus dá, e eles juntam-se", podendo-se também aplicar o "Diz-me com quem andas, e dir-te-ei quem és".
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D

    Posts mais comentados

    Tags

    mais tags