Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E porque não eu?

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência, SA ou Lda não interessa, pelo menos pensar não paga impostos

E porque não eu?

primeira Parte

por António Simões, em 27.06.14

O final da fase de grupos representa para 16 das 32 equipas que iniciaram a competição, o bilhete de regresso. Os tugas fazem parte do tráfego aéreo que hoje movimenta os aeroportos brasileiros, e se a chegada foi como foi, a ida será certamente mais discreta. Esta primeira parte do Mundial de Futebol pagou a factura a todos aqueles jogadores que, acusando o desgaste de épocas intensas ao nível dos clubes, fez com que o seu rendimento não estivesse à altura dos galões de uma competição deste nível. Destaco nesta fase que:

- Neymar e Messi apareceram e levaram as suas selecções à vitória, com a garra de quem quer ficar na história, vontade coroada com 4 golos que os colocam, a par de Muller da Alemanha, no topo dos melhores marcadores da competição. Os grandes craques da história do futebol aparecem nos momentos chave, não se preocupando em bater records e mudar de penteado. Limitam-se a fazer com gosto, aquilo que gostam, fazendo o deleite do verdadeiro apreciador do futebol;

- A luta titânica entre a Europa e a América do Sul, leva neste momento um claro sinal positivo para o lado do continente anfitrião, numa espécie de revancha histórica ministrada pelas vítimas dos colonizadores oriundos velho mundo.

- Num país e num planeta que assiste sem pudor algum ao desmantelamento do pulmão da terra, as inúmeras viagens que as equipas fizeram entre as cidades anfitriãs são um exemplo do quanto se estão nas tintas os corpos dirigentes, abençoados pela impassibilidade da opinião pública, relativamente à protecção do meio ambiente. Com mais estádios que grupos nesta primeira fase, pergunto-me qual o motivo para contribuir para o aumento dos gases responsáveis pelo efeito de estufa, lançados pelas inúmeras viagens de avião que todas somadas devem dar número verdadeiramente escandalosos. Dos motivos económicos nem é preciso falar... pois no campo da indignação o povo Brasileiro, pela inconformidade e respectiva contestação, já merece a taça...

Blogs Portugal

2 comentários

  • Imagem de perfil

    De António Simões a 02.07.2014 às 09:06

    Em 2022 nem com descontos de tempo os atletas vão conseguir recuperar. Pelo menos aí a selecção já tem desculpa garantida...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D

    Posts mais comentados

    Tags

    mais tags