Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E porque não eu?

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência, SA ou Lda não interessa, pelo menos pensar não paga impostos

E porque não eu?

a perversão da Democracia

por António Simões, em 22.11.13

Temos assistido, não só aqui pela tugalândia mas também por essa europa fora, à implantação maciça dos súbditos da monarquia comunista chinesa. Com um superavit de gente para exportar, a política de propagação de lojas chinesas só pode estar orientada pela mão escondida do estado, que subsidia a distribuição de todo o tipo de artigos cujos preços reflectem a escravatura daqueles que tem que ficar a trabalhar no país da grande muralha, presos nessa clausura milenar, sustentados por salários de miséria. Esta nova cruzada do séc. XXI, ao abrigo dos ventos da globalização e da economia de mercado, permitiu que os chineses se espalhassem pela diáspora. De facto, se na idade média os nobres cavaleiros da velha albion conquistaram centros nevrálgicos de infames religiões, implementando no seu lugar a fé e doutrina cristã, hoje em dia os chineses conquistam centros nevrálgicos do comércio, locais anteriormente ocupados por nativos cujos negócios sucumbiram na batalha contra a maquiavélica economia capitalista actual. A minha terra é disso mesmo um bom exemplo, onde lojas emblemáticas que abrigavam comércios tradicionais, deram lugar a locais onde se vende de tudo, e todos vendem o mesmo, aromatizados pela essência do plástico e cheiro a borracha. A nossa cultura democrática tem sido uma porta aberta permitindo esta alienação patrimonial e cultural, onde o produto de um regime ditatorial nos chega pela entrada principal. Poderemos explicar assim esta sangria, mas convém não esquecer que o patrocínio da doutrina económica é que permite esta lenta, triste e dolorosa agonia das democracias ocidentais. Quando o Majestic se tornar na "Café do Chin", o Palácio da Bolsa no "Palácio do Chan" e os Armazéns do Chiado nos "Armazéns do Chun", será demasiado tarde para voltar atrás...

Blogs Portugal

2 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Posts mais comentados

Tags

mais tags