Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E porque não eu?

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência, SA ou Lda não interessa, pelo menos pensar não paga impostos

E porque não eu?

matemática Ministerial

por António Simões, em 25.07.13

Tendo em conta que os eleitores de 5.6.2011 distribuíram os votos por:

PPD/PSD: 2159181 ( 38,66%) PS: 1566347 ( 28,05%) CDS-PP: 653888 ( 11,71%) PCP-PEV: 441147 ( 7,90%) B.E.: 288923 ( 5,17%) PCTP/MRPP: 62610 ( 1,12%) PAN: 57995 ( 1,04%) MPT: 22705 ( 0,41%) MEP: 21942 ( 0,39%) PNR: 17548 ( 0,31%) PTP: 16895 ( 0,30%) PPM: 14687 ( 0,26%) PND: 11806 ( 0,21%) PPV: 8209 ( 0,15%) POUS: 4572 ( 0,08%) PDA: 4569 ( 0,08%) P.H.: 3588 ( 0,06%)

Tendo em conta que os eleitores que decidiram não votar em qualquer dos partidos distribuiram essa intenção por:

Brancos: 148618 (2.66%) Nulos: 79399 (1.42%) Abstenção: 4039300 (41.97%)

Estou agora em condições de efectuar a análise matemática desta remodelação governativa. Não avaliando o peso dos ministérios sob o ponto de vista da importância, porque nesse ponto o CDS ganha largamente, e seguindo a frieza dos números constato que da equipa de 15 (a contar com o primeiro-ministro) 9 são cromos da máquina laranja e 4 pertencem ao aparelho centrista, pelo que facilmente se conclui que para cada ministro o PSD gastou 239909 votos, enquanto que o CDS precisou apenas de 163472 cruzes. É caso para dizer que governar tanto com tão pouco não é para quem quer, é para quem pode (qual Churchill qual quê!). Ou seja, o CDS ganha largamente e apresenta um rendimento de fazer inveja a todos os outros. Que o digam os bloquistas que a seguir os cânones da produtividade popular teriam direito a pelo menos 1 ministro, os comunistas a quase 3, os socialistas a quase um governo inteiro, e o resto todos juntos e bem apertadinhos ainda conseguiam ter a chave de pelo menos um ministério. Fossem estes números levados a sério, e nem sequer governo havia, pois com mais de 4 milhões de votos, a abstenção tinha a maioria absoluta no parlamento. Na volta talvez estivessemos melhor entregues...

Blogs Portugal

4 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Posts mais comentados

Tags

mais tags