Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E porque não eu?

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência, SA ou Lda não interessa, pelo menos pensar não paga impostos

E porque não eu?

o princípio do Fim?

por António Simões, em 20.01.17

O dia de hoje fica marcado para a história pela tomada de posse de Donald Trump, o 45º presidente dos Estados Unidos da América. Nunca na sua recente história esse país que a fortuna conduziu ao papel de principal potência mundial viu o que se seguirá. Do que até agora se sabe, é que as chaves da Casa Branca ficam a cargo de Donald Trump e a sua equipa criteriosamente seleccionada, que se apresenta como uma extensão da sua maneira de ser e dos seus insanes devaneios. Trump chega à sala oval depois de se sujeitar a umas eleições onde se apresentou tal e qual como ele é, conseguindo uma vitória eleitoral que não se traduziu pela maioria dos votos. Chegam também aos restantes gabinetes o seu séquito, com indivíduos de calibre tão ou mais irascível que o seu chefe: um que no ano passado investiu em acções de seis empresas farmacêuticas poucos antes de promover legislação no Congresso que as beneficiava; o escolhido para o Departamento do Trabalho é um rico executivo que combate o aumento do salário mínimo e outras medidas laborais de Barack Obama; a Agência de Protecção do Ambiente terá alguém que manifesta extremo cepticismo em relação às alterações climáticas, chegando depois de uma campanha a procurador-geral de Oklahoma, patrocinada por alegados donativos da indústria do gás e do petróleo; o Departamento da Educação terá uma multimilionária que é acusada de ter lutado toda a vida pela privatização da educação pública e minar o investimento nas escolas públicas; o Departamento da Energia contará com alguém que disse nas primárias de 2011 que o Departamento da Energia deveria acabar; Stephen K. Bannon que será o seu estratega chefe, é considerado um explosivo agitador mediático, e é conhecido pelo seu historial de comentários ofensivos contra os judeus, muçulmanos e afroamericanos; Michael Flynn que ocupará o cargo de assessor principal de segurança nacional fez afirmações sobre o islamismo, religião que define como “ideologia política” e que chegou a comparar a um “cancro maligno; por fim o director da CIA defende uma política de "mão dura". Perante isto, eu apenas espero que este pessoal sejam no fundo uns cordeirinhos que neste momento vestem a pele de Lobo, ou então temo muito que isto seja o princípio do fim.

Blogs Portugal

4 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Posts mais comentados