Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E porque não eu?

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência, SA ou Lda não interessa, pelo menos pensar não paga impostos

E porque não eu?

a biografia de Winston Churchill

por António Simões, em 19.07.17

Os 90 anos de vida de Sir Winston Churchill foram primorosamente resumidos nas 924 páginas desta biografia, obra de Sir Martin Gilbert, escritor que desde já presto aqui a minha singela homenagem por transmitir de uma forma isenta a vida, obra e história de uma personagem que ganhou o direito da eternidade reservada aos heróis que só não se tornam em mitos, porque na realidade existiram. Winston Churchill tendo vivido grande parte da sua vida no século mais conturbado da história da humanidade, foi um dos seus actores principais, pois destacou-se ao nível militar como combatente e dirigente, ao nível político como líder e oponente, sobrando ainda tempo para a sua incontornável boa disposição, o seu gosto tremendo pela vida e pelas pessoas, com espaço para as suas pinturas e leituras, não esquecendo a escrita pela qual foi distinguido com o Prémio Nobel da Literatura. Esta biografia permite contextualizar toda uma vida dedicada ao serviço da causa pública, desde os seus primórdios até bem perto do final, pois poucos foram os anos da sua "reforma", que ainda assim não foi isenta de uma ou outra incursão em assuntos preponderantes, onde a sua opinião era escutada. Guiado por esse desígnio, o caminho de Churchill não foi fácil, muito pelo contrário! Churchill foi muitas vezes ignorado, poucas vezes com razão. Em acontecimentos chave se a sua voz tivesse sido ouvida a humanidade poderia ter saltado muitas páginas negras que agora fazem parte dos arquivos tenebrosos da história universal. Seja nesses casos, seja nos que triunfou, mesmo voltando-se contra o seu próprio partido, a clarividência de Winston Churchill foi engrenada pelo seu conhecimento, por mover-se contra as convenções quando o interesse nacional era mais importante, e pela sua capacidade de antecipação dos acontecimentos, manifestada num soberbo acervo psicológico, intelectual, sociológico e histórico único. Recordar Winston Churchill é necessário, mais hoje do que nunca, num mundo actual tão órfão de homens e Estadistas.

Blogs Portugal

6 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Posts mais comentados